Existem 3 fases da ignorância: Não saber que não sabe. Saber que não sabe. Não saber que sabe. Qual a sua?

sábado, 28 de novembro de 2009

Quando?

Quantos poemas eu ainda terei que escrever até que você volte?
Quantas maguilagens passar e depois tirar...
Quantas vezes me arrumar pra você que nem vejo?
Quantas?

Terá hora do poema certo?
O poema-chave
Que após escrito, por mim
Resolve o coração?

Quantas maneiras de encarar a mim e a vida pra que tenha-te novamente?
Quantos planos
E risadas

Músicas tocadas
Pra nossos olhares trocados
Trocarem-se de novo?

2 comentários:

Vinícius Pavan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angelica Elisa disse...

é incrível a sinceridade. lindo poemar suzana!