Existem 3 fases da ignorância: Não saber que não sabe. Saber que não sabe. Não saber que sabe. Qual a sua?

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Não, obrigada, já estou ceia.

A tinta que gasto nesse papel/ Não sei se é lucro/ Ou se desperdício// Investir tão leiga/ Nesse vício// Manusear com cuidado/ A delicadeza da linha/ Que repito tanto/ O pronome relativo// Assim como o tempo/ Agitando antes de usar

Uma
pa-
lavra
curta
para
caber
nesse canto
do cartão

De Natal, que vai pro
lixo (daí rabisco)
E ressucito amor
Exercitando

Assassinando o
verso
Que me rou-
bou a paz
E és único
de vida
eterna

O calendário/ A me encarar/ Pedindo respostas/ Do que vou ser/ Se sim ou não, um novo ser// O próximo/ Próspero/ Áspero/ Ano novo// Ano a seguir/ Menos adiante/ Suando e congelando/ Corações apaixonados/ E estômagos afomentados

Nenhum comentário: